The Olympian Code

Arena de Longa Distância

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Arena de Longa Distância

Arena de Longa Distância

É uma arena em campo aberto no meio de uma enorme área gramada. Algumas redes dividem o lugar para evitar certos acidentes envolvendo flechas e há sempre instrutores presentes. Vários alvos, de todas as cores, tipos e tamanhos estão espalhados pelo lugar. Alguns armados certa distância, outros presos acima de postes e outros caídos no chão.

- Na arena podem se treinar com armas de longa distância. Isso não se resume a arco e flecha, adagas de lançamento, bestas e toda a infinidade de armas de longa distância podem ser treinadas aqui. Um bom treino deve ser coerente, criativo e sem erros ortográficos. Treinos podem render experiência e até 3 pontos de perícia.
The Olympian Code

Mensagem por Ártemis em 07/11/13, 01:30 pm

Ártemis
avatar
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana

Warm :
Mensagens : 35
Data de inscrição : 05/11/2013

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

http://theolympiancode.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Acordava bem cedo, ou melhor, me acordavam... Estava eu no chalé dos filhos de Apolo, não falava muito com a maioria deles, na verdade todos eram geralmente bem mais novos que eu e extremamente motivados, o que por vezes me deixava irritado. Eu havia ido ao acampamento, pois sabia que sendo um semi-deus haveria sempre inimigos que viriam a me perseguir, minha mãe como boa professora de mitologia grega, me ensinou muitas coisas sobre os monstros mitológicos e obviamente não queria topar com um estando despreparado, no entanto podia dizer que eu era péssimo com deveres e obrigações, embora até aquele momento haviam apenas mandado eu me acostumar com o lugar.

- Ainda na cama? Questionava o professor Hamilton, o homem que havia me salvo de uma fúria dias atrás, embora velho, era surpreendente o quanto aquele sátiro era astuto. Mesmo já acordado algum tempo eu permanecia na cama, enquanto meus irmãos já estavam a ir para seus devidos treinamentos, logo minha ausência deveria ter sido sentida por ele.

- Desculpa professor, mas só trabalho depois de um café reforçado e depois que o sol está bem brilhante. Falei sorrindo, enquanto o instrutor manteve-se sério, não demorou para ele puxar meus lençóis.

- Você tem cinco minutos para tomar seu café reforçado, já sobre o Sol, devo dizer que ele está brilhante como nunca esteve... Apronte-se logo, temos muito trabalho a frente. Resmungou ele, no começo com um tom irônico e em seguida com um tom mais frio, em seguida saiu do quarto.

Percebendo a seriedade do "coroa" levantei rapidamente, comi alguns pães e pondo uma calça jeans e uma camisa preta, sempre com meus óculos escuro na gola da camisa, meu colar de prata no pescoço e a espada que me deram presa a cintura, parti  em direção de algum lugar, o velho de longe acenou para mim e gritou pelo meu nome, assim que saí do chalé.

- Bem Franz, hoje será realmente seu primeiro dia de verdade no acampamento meio-sangue, espero que tenha conhecido bem os lugares e como funciona nossos treinamentos. Falou o tutor, depois de aproximar-me dele.

- Bem, dois dias e meio não é muito tempo, mas acho que lembro de alguma coisa. Falei, meio ironicamente.

- Pegue isto e siga até o campo dos arqueiros, lá o professor Lionel lhe dará um arco para treinar. Ordenou-me.

- Arqueiros? Me deram essa espada. Interroguei, apontando para a arma que me deram quando cheguei.

- Tradições do acampamento, mas sei que se dará melhor com o arco à mão. Disse ele, sendo assim fui em direção a aula de arco e flecha.

Chegava lá, estavam uns jovens, alguns deles eu já tinha visto no chalé, logo deveriam ser meus irmãos, um homem barbudo e de sobre-tudo chegou ao local rapidamente e ordenou que ficássemos separados lateralmente na distância de um metro, sempre de frente para os alvos à nossa frente, feito isso, ele nos deu os arcos e uma aljava com algumas flechas.

- Bem... Treinaremos hoje com uma distância de 10 metros, não deve ser difícil para a maioria de vocês, então espero que haja bastante flechas no meio do alvo ou o mais perto dele. Disse, liberando-nos para começarmos a atirar e assim começamos. A verdade é que me mantive parado observando os outros, quase todos acertavam com facilidade os alvos mais próximos ao centro.

Cara, esses moleques de 16, 17 anos conseguem acertar com tanta facilidade, não deve ser tão difícil. Pensei por um momento e então dei meu primeiro "tiro"... Que passou por cima do alvo. Aquilo pareceu que foi um desastre, pois todos começaram a olhar para mim como se eu tivesse matado o próprio Zeus.

- Franz Beckenbauer certo? Perguntou o instrutor olhando para mim.

- Prefiro ser chamado de Fb. Respondi.

- Fb então... Bem, é sua primeira aula de tiro com flecha, irei recuar o alvo. Disse-me, enquanto foi recuar o alvo, os demais voltaram ao seu treinamento, mas deu para perceber a vontade de gargalhar de alguns, sorte que não o fizeram, senão eu realmente faria um desastre.- Então, o alvo está agora a 5 metros, a flecha não deve sofrer tanta interferência do vento, então deve atirá-la em linha reta e conseguirá acertar o alvo. Explicou Lionel.

Meus tiros ainda daquela distância não estavam indo bem, as flechas antes de chegar no alvo subiam ou desciam um pouco mais, percebi que o vento interferia no caminho das mesmas a partir daquele ponto, basicamente a força inicial da flecha (Que impede de sofrer interferências do vento) parava quatro metros depois do lançamento. O tempo passou rápido e logo chegou a hora do almoço, mas preferi continuar treinando enquanto os outros descansavam, quando voltaram de suas refeições eu já conseguia acertar bem próximo do alvo central...

Admito, os primeiros dias de arco e flecha foram desanimadores, enquanto alguns da minha turma arriscavam tiros com alvos até 20 metros, ainda era difícil acertar o alvo central, isso apenas a 5 metros de mim, de certo modo aquilo me dava uma raiva imensa. Estava no 6º dia de treino, quando a flecha acabou escorregando da minha mão e passando longe.

- DROGA! Esbravejei, jogando o arco com força ao chão.

- Calma irmão... Acontece. Disse o outro, que treinava ao meu lado, com um sorriso no rosto, mas a raiva me possuiu de tal forma que acabei entendendo aquilo como um insulto, não pensei duas vezes, dei um soco na cara que o fez cair, assim montei encima dele e comecei a dar socos nele.

- O QUE É ISSO? Gritou o professor, vindo nos afastar, enquanto os demais alunos me seguraram e me tiraram de cima deles.

- ESSE IDIOTA ACHA QUE AS FLECHAS DELE SÃO INCRÍVEIS. FALA ISSO PROS MEUS PUNHOS AGORA! Murmurei e enquanto me seguravam, acudiram o rapaz que se levantava ainda atordoado dos golpes.

- Vá descansar a cabeça garoto ou o próximo com quem irá lutar será contra mim. Ordenou o instrutor, enquanto sacudindo os ombros fazia os demais me soltarem.

Virei as costas e saia a passos largos, quando deparei-me com um arco deixado ao chão, provavelmente alguém o deixara ali para ir apartar a briga, o peguei e atirei a única flecha que estava junto a ele, na verdade eu queria apenas descontar em algo, porém por um instante percebi o movimento do vento, a distância do alvo e quase que instantaneamente atirei, o alvo estava a 20 metros de distância de mim, porém a flecha o atingiu bem em cheio no alvo central. Ao ver aquilo, paralisei-me e a raiva passou para um estágio de surpresa, os outros ainda falando sobre a confusão com o garoto também abismaram após perceber a flecha atingindo o alvo e fixaram seus olhares a mim, confuso dei às costas e sai, perto dali, Lewis Hamilton me esperava, escorado em uma árvore.

- A raiva não nos faz melhor, mas aguça nossos sentidos, saiba usar sua raiva no momento certo e contra o oponente certo, porém quando chegar esse momento, controle a raiva e não deixe que ela a controle. Falou, enquanto eu passava um pouco mais lento.

Tive de pedir desculpas ao garoto depois, porém aquele momento me fez de alguma maneira melhorar meus sentidos e dentro de 4 dias, eu já começara a treinar com alvos a 10 metros.

_________________

Mensagem por Franz Beckenbauer em 21/12/13, 08:20 pm

Franz Beckenbauer
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 18
Data de inscrição : 20/12/2013

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

85xp + 1 ponto de tecnica + 1 ponto de habilidade

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 21/12/13, 08:22 pm

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância


Eu havia passado os últimos dias conhecendo o acampamento e, propositalmente, deixara as arenas de longa distância por último. Assim que cheguei ao local, não contenho um grande sorriso de entusiasmo, verifiquei as horas no meu relógio; 14 horas em ponto. Meus lábios se curvaram num meio sorriso. A areia da arena se erguia e desaparecia no ar conforme eu pisava naquele solo pela primeira vez. O sol estava bastante forte e o céu estava mais limpo e azul. Quase não havia vento, o que poderia se tornar uma grande vantagem para o meu treino.

Sem hesitar, rumei diretamente para o arsenal da arena, onde se estocavam as armas disponíveis para o uso livre dos campistas que ali viessem treinar. A minha vontade foi de escolher o arco longo composto, mas eu tinha consciência de que era apenas uma novata e que tivera muito pouco treinamento para partir para uma arma como aquela. Contentei-me, então, com o arco recurvo que havia levado comigo - arma com a qual eu ainda não me sentia hábil, pois não havia treinado com ela. Repassei em minha mente todas as pesquisa que havia feito. Sim, eu havia pesquisado muito a teoria antes de ir para a prática! Por isto esta arena havia sido o último lugar que eu tinha visitado.

Primeiramente havia visitado o chalé de Atena e com muita insistência eles tinham deixado alguns livros sobre arquearia comigo. Em seguida tinha ido atrás de meus habilidosos irmãos presentes no acampamento, pegando alguma dicas eles, e muitos gostaram de me repassar seus conhecimentos. Alguns até tinham feito-me treinar a posição adequada para segurar um arco e indicado melhor arco para se iniciar um treino e muitas outras coisas mais. E aqui estava eu, reformulando tudo em minha mente para desenrolar tantas informações.

Por fim inspirei o ar profundamente, enquanto pensava não havia percebido que tinha parado de respirar. Revirei os olhos, indecisa de qual seria a melhor maneira de começar quando percebi já estava segurando com firmeza o centro do arco com a minha mão esquerda, passando a mão direita por toda a sua extensão para sentir sua textura e leveza. Rapidamente, escolhi uma das aljavas menores com flechas de bronze e coloquei a alça da mesma sobre meu ombro direito. Confiante, segui até o local apropriado para o treino com armas à distância.

Observei demoradamente os alvos circulares ao longe, apenas anéis vermelhos e brancos, intercalados, circunscritos uns aos outros. Posicionei-me a uma distância razoável de um dos alvos, cerca de trinta metros (ou um pouco mais) afastada da minha meta.

Inspirei o ar, tentando relaxar. Eu deveria estar confiante, não? Afinal, eu havia estudado as estratégias de tiro, a posição adequada e as técnicas recomendadas para o treino. Eu deveria me sentir mais preparada e realmente estava. Entretanto não pedira para alguém acompanhar-me, talvez esse fosse o problema. Revirei os olhos e balancei a cabeça negativamente, afastando tais pensamentos. Suspirei e levei as mãos ao colar que pendia em meu pescoço, tranquilizando-me parcialmente para então continuar.

Virei de lado, o dorso da mão esquerda na direção do alvo. Lembrei-me das instruções que havia lido e ouvido antes de ir à arena. Afastei um pouco as pernas, o suficiente para me garantir maior equilíbrio. Ajeitei meus dedos da mão esquerda sobre o arco e busquei, com a outra mão, uma flecha na aljava que pendia sob meu ombro. Segurei a base da flecha com a maior firmeza que consegui projetar, posicionando-a entre os meus dedos indicador e médio.

Deslizei a flecha na corda e puxei-a, preparada para o lançamento. Virei meu rosto para o alvo e ergui o arco - sem alterar a distância entre as mãos esquerda (que segurava o arco) e direita (que suspendia a flecha na corda). Quando a base da flecha estava à altura do meu olho direito, tentei regularizar minha respiração, que já estava instável e descompassada. Após longas inspirações e expirações, meu corpo parecia mais tranquilo. Minhas mãos já não mais tremiam e se apresentavam completamente firmes e objetivas.

Ajeitei o arco de modo a ver que a ponta da flecha estava na mesma linha que o centro do alvo. Aumentei um pouco o ângulo da linha da flecha com relação ao solo para compensar o efeito que a gravidade teria sob a flecha. A corda pressionava os meus dedos com tanta força que eles começaram a doer. Eu tomei meu tempo. Quando senti que estava pronta, apenas abri um pouco o espaço entre os dedos indicador e médio, deixando que a flecha voasse para fora da corda, para longe de mim, na direção do alvo.

Eu observei atentamente o impressionante efeito aerodinâmico na flecha, analisando todo o seu percurso. A velocidade era tamanha que se podia ouvir o ar sendo cortado pelo gume de bronze da ponta da flecha.

Não pude conter minha satisfação quando conferi que a flecha havia perfurado o alvo e, como se não bastasse, o havia feito entre o segundo e o terceiro anéis após o círculo do centro. Isto é, eu havia quase atingido o ponto de máxima precisão no alvo. Tal feito, para mim, foi surpreendente e instigante, mas eu sabia que poderia - e deveria - melhorar. Aquelas pesquisas tinham feito toda a diferença em meu treinamento.

Eu havia observado que a flecha havia sido desviada no início do lançamento devido a um leve tremor no arco que eu havia cometido, logo após liberar o projétil. Anotando mentalmente para segurar bastante firme o arco até que a flecha já estivesse fora de sua influência, retirei outro projétil da aljava e realinhei-me em minha posição, exatamente como a anterior. Tentei, assim, várias outras vezes e já estava adquirindo certo controle sob o arco, resistindo cada vez mais à alteração da estabilidade provocada pelo lançamento da flecha.

O alvo parecia cada vez maior. As próximas flechas se saíram bastante parecidas com a primeira, chegando a contornar o perímetro do pequeno círculo central do alvo. Eu sabia que ainda exigiria bastante prática até que eu conseguisse manter o arco intacto, mesmo após lançar a flecha. Esse pensamento, porém, não me prejudicava. Eu tinha consciência do que precisava ser feito e isso, para mim, era como um atalho para uma melhora.

Eu havia, contudo, melhorado significativamente. Eu estivera a apenas centímetros do ponto de maior precisão do alvo e era isso o que contava. Eu estava me tornando uma arqueira de verdade.

A minha vontade era treinar por mais e mais horas, mas eu sabia que de nada adiantaria treinar seguidamente quando se está exausta. Eu precisava de um bom descanso para poder retornar à arena, em outro dia, e melhorar o pouco que faltava para adquirir uma precisão quase perfeita. Ao menos estava satisfeita com o que tinha feito, para um primeiro treino isto era ótimo.

Devolvi a aljava com as flechas no arsenal e levei o arco comigo, já que este me pertencia. Pensando que seria uma ótima ideia visitar o lago do acampamento para tirar os treinos da cabeça por um tempo, virei as costas para a arena, desejando intimamente que eu pudesse, algum dia, fazer o melhor possível com o arco em minhas mãos.
thanks juuub's from @bg !

Treino!
Post: 001
Taggeds: Alone.
Wear: Short de lycra e regata branca.
Place: Arena.

_________________

Veronika A. {Albert}Robers
A smile is a curve that sets everything straight.
thank you, thay.

Mensagem por Veronika A. Robers em 22/12/13, 09:30 pm

Veronika A. Robers
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Ótimo treino Very Happy
90xp + 1 ponto em técnica + 2 pontos de habilidade.

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 23/12/13, 09:26 am

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Eu já havia treinado muitas coisas... Mas havia uma coisa que eu não tinha: minha mira.
Pessoalmente, eu era boa em mira... Sempre tacava dardos nos bares em que eu almoçava com minha mãe no Alaska. Mas... Dardos eram dardos, e adagas... Bom, eram adagas.

Havia passado no mercado mais cedo e comprado uma bainha de couro onde haviam 4 adagas de arremesso. Sem demorar muito, fui até a arena de longa distancia, onde haviam poucas pessoas. Cumprimentei algumas com um aceno de cabeça, enquanto tirava uma adaga e a analisava. Era lindas... Seu punhas era feito com um material fácil de se personalizar. Logo pensei que um raio ali ficaria legal, sorri para mim mesma enquanto parava aos poucos, uns 5 metros de distancia dos alvos. Eu deveria começar assim, pouco. Saberia que quanto mais fosse adiante, iria ser melhor.

Coloquei a bainha no meu cinto e me posicionei, pegando a primeira adaga e mirando. Eu a segurei bem na ponta e a joguei em direção ao alvo. Ela rodou no ar e espetou na parte preta do mesmo... Não era um bom score, mas pelo menos eu tinha acertado.
Percebi que quanto mais eu segurava na ponta, mais precisão ela iria ter... Então peguei a segunda adaga de meu cinto e a segurei mais na ponta, jogando-a logo em seguida. A adaga foi chegando cada vez mais perto da parte vermelha, mas acabou espetando a parte branca. Mordi meu lábio e peguei a terceira adaga. Comecei a tamborilar os dedos na parte cortante da adaga, pensando. Eu estava chegando lá, e parecia que estava pegando o jeito. Suspirei e peguei na ponta, diretamente na ponta... Lancei, mas dessa vez ela foi um pouco longe demais, acertando a parte preta em cima da que eu tinha acertado. Hum, ok... Não era muito na ponta e nem muito no punhal, tinha que ser no meio. Então peguei minha ultima adaga e analisei a navalha... Passei os dedos na mesma e depois segurei exatamente no meio das minhas ultimas tentativas e sem demorar muito, joguei. A adaga espetou 1 cm acima do alvo vermelho, mas mesmo assim eu sorri... Já havia pego a manha das minhas adagas, mas isso não significava nada.

Fui até o alvo e delicadamente peguei minhas adagas, colocando-as novamente na bainha e indo em direção a porta. Eu iria voltar mais tarde, e dessa vez, tentaria uma longitude melhor.

_________________

Loey Vola Prophath
I'm at a crossroads right now. Love two people? Would say it has the easiest thing // Kurt and Cassie ♥️

Mensagem por Chlöe V. Prophath em 24/12/13, 12:09 pm

Chlöe V. Prophath
avatar
Proles de Zeus
Proles de Zeus

Warm :
Mensagens : 126
Data de inscrição : 16/12/2013
Idade : 20
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

70xp + 1 ponto de habilidade +1 ponto de técnica

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 26/12/13, 07:56 am

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância



Pela centésima vez ou algo aproximado, a adaga errou o alvo. Aquilo era bem mais difícil do que lançar flechas, bufei irritada e frustrada busquei pelas quatro adagas jogadas no chão. Abri os braços e deixei-me cair ao lado de minhas armas, estava estressada com tudo aquilo. Era simplesmente irritante não saber lançar meras adagas em um alvo.

- Por que tudo é tão complicado? – murmurei para as nuvens e fechei os olhos tentando relaxar. De repente senti algo relativamente forte chocar-se contra a lateral de meu corpo.

- Hey, não leu por ai que é proibido dormir na arena? – argumentou uma voz feminina. Abri os olhos e deparei-me com uma garota de olhos castanhos comuns, mas cabelos de um chamativo tom lilás.

- O quê? Onde é que tem isso? – perguntei olhando para os lados com cara de tacho. Ouvi uma risada vinda por parte da garota e revirei os olhos. – Certo, você me pegou. – murmurei me levantando e limpando a areia de meus shorts.

A garota avaliou-me de cima a baixo e estendeu a mão. Franzi o cenho curiosa e segurei a mão da garota com receio. – Han, Veronika Robers. – murmurei para ela.

- Ivy Willians. – ela sorriu.

-  Tipo o Ivysaur? – perguntei e ela riu.

- Tipo isso... – comentou olhando para o alvo atrás de mim. – Arremesso de adagas? – questionou-me analisando a adagas no chão e o alvo a uns 30 cm de distância.

- É mas... - joguei uma faca que debilmente saiu voando para trás. Petrificada com o meu fracasso, eu comecei a corar. – Não é tão fácil quanto parece. – murmurei envergonhada.


- Posso tentar? - perguntou Ivy. Entreguei uma faca para ela e a garota repetiu o gesto que eu fazia para tira-las da bainha: era surpreendente, sem nenhum movimento desnecessário. Sem se atrapalhar, ela girou a faca na mão e em uma linha reta perfeita, a disparou contra o alvo, atingindo o centro. Morte instantânea - Mais uma - ela me pediu e eu entreguei. Repetindo o gesto de tirar da bainha, este movimento foi mais rápido: ela jogou a faca na diagonal no momento que esta estava longe o suficiente da bainha. O resultado não foi o centro perfeito, mas algo bem perto disso.

- Incrível, Willians - comentei, involuntariamente. Dessa vez, ela deu uma gargalhada.

- Apenas Ivy está bom - ela me disse, e eu repeti o seu primeiro nome - Isso mesmo. Os princípios do combate, seja com garras, dentes, espadas, arcos ou metralhadora, são os mesmos: não se mova rápido demais nem lento demais. Existem outras, claro, e o combate a longa distância tem suas regras especiais: a primeira que você deve saber é que não deve acertar o seu alvo, mas tornar-se una com ele.

- Tornar-se una com ele...? - perguntei, sem entender direito.

- Se você entendeu, me mostre - reclamou a garota de madeixas lilases, com uma voz digna de uma treinadora do exército.


Era mais fácil falar do que fazer. Depois de recolher as facas pela terceira vez, comecei a ficar irritada. Tentei mais uma vez o movimento mais rápido, o segundo que Ivy mostrará. A faca se fincou no mais externo dos anéis.

- Que droga isso quer dizer? - explodi, jogando uma faca em Ivy Willians que estava lendo um livro. Ela o ergueu e bloqueou a minha faca errônea que provavelmente a teria matado por acidente.

- Exatamente o que eu quero dizer - ela respondeu, jogando a faca com o cabo voltado para mim e fechando o livro - Ignore tudo que seja irrelevante. Considere tudo que pode ser importante. Foque em seu inimigo e leia seus movimentos.

- Ainda não entendi - resmunguei, chutando a terra no chão. Ela suspirou, indo até mim e deu um soco de leve no meu ombro.

- Certo, certo. Você pode continuar sozinha a partir daí - ela falou para mim, sumindo de vista - Até!

Passaram-se cinco minutos até eu perceber exatamente o que havia acontecido.


- IVYSAUR! – gritei, chamando pelo pokémon de propósito. Guardei as adagas na bainha e corri atrás de minha mais nova treinadora.

Armas:

-  Adagas arremesso [4x]
thanks juuub's from @bg !

A ronda!
Post: 002
Taggeds: Ivysaur.
Wear: Jeans, jaqueta, blusa laranja, all stars.
Notes: Ivysaur, eu escolho você!

_________________

Veronika A. {Albert}Robers
A smile is a curve that sets everything straight.
thank you, thay.

Mensagem por Veronika A. Robers em 28/12/13, 12:21 pm

Veronika A. Robers
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância



Avaliando



Bom treino 75 exp + 1 técnica +1 Habilidade

Mensagem por Íris em 28/12/13, 12:55 pm

Íris
avatar
Deusa Menor
Deusa Menor

Warm :
Mensagens : 13
Data de inscrição : 08/11/2013

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Meu primeiro treino no acampamento. E olha, ele não foi tão fácil assim.

Acordei bem cedo, um pouco antes do sol nascer. Era uma tradição minha e da minha mãe. Cara, que saudade dela. Bem... voltando. Assim que me levantei e fiz minha rotina de "pentear" o cabelo, escovar os dentes e tirar o pijama, fui até um dos meus novos irmãos.  Ainda meio tímida, por não conhecer o pessoal.

- Hum... bom dia. É, vocês sabem que eu sou novata... E eu queria saber o que tem para fazer aqui no acampamento.

Sorri meio sem jeito. Para a minha sorte, o menino de cabelos loiros, não me deixou no "vácuo". Ele veio ao meu encontro com um sorriso enorme no rosto e me levou para fora do chalé, falando:

Então maninha novata, aqui temos várias coisas para fazer. Como escalada, os treinos com o arco, espada ou outros tipos de armas, os campos de morango, os estábulos e blá blá blá. Mas agora está na hora do nosso treino de arco e flecha e você vem comigo.

Nem tive tempo de responder. Ele pegou um arco e uma aljava e me deu. Disse que aquilo seria meu agora.  Meio obrigada, segui com ele para a arena.


***


No caminho conversamos um pouco. Ele me perguntava sobre o como eu vivia no mundo mortal. Quando chegamos na arena de longa distancia, eu não estava tão tímida assim.

A arena era um lugar  aberto, cheio de grama e alvos de todos os tipos, cores e tamanhos. Uns mais difíceis e longes, outros mais perto e mais fáceis. Meu novo irmão me explicou que isso ia de acordo com a experiencia do semideus com as armas de longo alcance que não era só o arco.

-Então Carol, algum dia na sua vida você já pegou em um arco? Não? Então, que belo dia para começar a treinar!

Ri do seu jeito de falar.

Então... Professor, concordo com tu.

Respirei fundo para parar de rir e peguei uma flecha. Então ele começou a dar sua aula.

Você tem que fazer o que eu fizer. Primeiro fique nessa posição.... Isso! Agora encaixe a flecha desse jeito... tá quase lá. Tente novamente. Hum... Isso... Agora puxe a corda até a sua bochecha. Mantenha os dois olhos abertos. E atire.

Fui fazendo os movimentos do jeito que ele falou. Só que eu não tenho sorte.  

Errei....

Ele continuou me dando dicas e falando frases motivadoras como: "logo logo vai estar no mais difícil." "você é ótima nisso." ou " Só precisa treinar mais.". Mas eu sabia que ele só queria me confortar.
 
Repeti o mesmo movimento várias vezes. Quando eu estava na minha 15° flecha, eu consegui acertar a ponta do alvo. O que era um grande progresso. Foi como uma motivação.

A sorte dos outros campistas era que tinha algumas redes dividindo o local. Isso causava menos acidentes.  

Continuei fazendo os movimentos. Quase entrando no modo automático de pegar flecha, encaixar no arco, puxar corda, mirar, atirar e quase acertar. Pois meu mano dizia que eu não errava, e sim quase acertava.

Aos poucos as flechas iam se aproximando do centro do alvo. Meu mano ia ajeitando os errinhos aqui e ali.
Logo eu estava cansada, grudenta e com fome. Logo após que eu atirei minha ultima flecha o filho de Apolo me abraçou dizendo:

Viu....logo, logo você consegue. Agora vamos comer algo.  

Ri olhando para as flechas que eu atirei. Havia algumas no chão, outras no alvo. Nenhuma no centro. Porém consegui sorrir com meu progresso. Para quem nunca havia pego em uma arma como essa e já conseguia acertar pelo menos o alvo, estava ótimo.

Recolhi minhas coisas e saí da arena junto com meu novo amigo e irmão.

armas:

- Arco longo de madeira
- Aljava com 20 flechas de Bronze


 






_________________

Chalé 7* 16 anos * Alone* Lovatic <3 Selenator <3 Smiler <3

I don't need no music when i wanna sing a song.I don't need miss popular to know what's right or wrong- Watch me

Mensagem por Carol Angel em 14/01/14, 06:31 pm

Carol Angel
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/12/2013
Idade : 19
Localização : in La La Land

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

http://ameninadiferent.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

60xp + 1 ponto em técnica

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 15/01/14, 10:35 am

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Já haviam algumas semanas que eu não treinava. Depois que conheci meus primos, a unica coisa que eu fazia de útil, era mostrar o acampamento para eles e passar a maioria do tempo curtindo os dois. Mas depois de um tempo, percebi que já estava mofando no chalé 1... Era hora de treinar.

Vesti minhas botas de neve, um shorts mais confortável possível e uma regata branca. Peguei o cinto que eu tinha e guardei as adagas de lançamento ali mesmo.
Logo quando saí de casa, vi uma muvuca de semideus se aglomerando em frente á forja dos filhos de Hefesto; Vai ver eles tinham criado alguma coisa. Era oque eles mais faziam.

Passei da forja e continuei o caminhar, olhando alguns semideuses por ali. Alguns eram extremamente irritantes ao meu olhar, e alguns... Era interessantes.
Antes que eu pudesse distinguir quais amizades eu cultivaria, tinha chegado na arena de longa distância. Eu conhecia aquele lugar perfeitamente, apesar de ter ido ali uma vez.
Era um lugar amplo, com alguns escadarias/escadas de cada lado. No meio do lugar, haviam bustos de silicone, alvos altos e baixos e acochados em baixo dos alvos. Mais além, havia uma pequena sala onde os alvos eram distribuídos pela parede. Logo tive uma ideia e fui com passos rápidos até ali.

Me posicionei no meio da sala e suspirei, fechando os olhos... Aqueles alvos, em minha imaginação, seriam pequenas empousai que eu teria que matar rapidamente. Eu só tinha 4 arremessos, oque me fez lembrar de comprar mais adagas.
Abri os olhos e peguei uma adaga, atacando o primeiro alvo que eu vi... Sem parar para ver se tinha acertado, peguei a segunda e girei meu corpo, lançando-a no alvo mais alto que tinha ali. A terceira adaga, foi em direção á um alvo baixo e a quarta - a que mais me surpreendeu - foi em direção ao alvo mais oposto ao meu corpo. Eu tive que girar apenas o tronco e lança-la... Tinha quase certeza de que não iria funcionar, mas quando me dei conta, apenas a terceira adaga não havia acertado os alvos. Sorri maliciosamente, colocando em minha cabeça que minha pontaria seria útil. Muito útil.

Saí da minha posição de "ataque" e fui recolher as adagas. Dei graças aos deuses para não ter que pegar a adaga no alvo mais alto. Eu não teria altura o suficiente para isso, mas meu orgulho... Era elevado.
Recolhi as adagas e coloquei no cinto novamente, me preparando para mais um ataque.

[...]

Dessa vez, eu havia acertado apenas dois dos alvos. "Vai ver foi sorte de principiante", pensei enquanto ficava olhando para a pequena sala que estava ali. Eu tinha gostado de treinar no local, e iria mais algumas vezes.

_________________

Loey Vola Prophath
I'm at a crossroads right now. Love two people? Would say it has the easiest thing // Kurt and Cassie ♥️

Mensagem por Chlöe V. Prophath em 16/01/14, 06:15 pm

Chlöe V. Prophath
avatar
Proles de Zeus
Proles de Zeus

Warm :
Mensagens : 126
Data de inscrição : 16/12/2013
Idade : 20
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

70xp + 1 ponto de Habilidade +1 ponto de Técnica

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 16/01/14, 06:26 pm

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

"Novo treinador? Oh my god, Ivy!"

Um...
Sem esforço, o corpo se difunde por todo o universo.

Dois...
Compõe-se, e se espalha pela terra.

Três...
Olhe bem distante, bem além do infinito.

Quarto...
Não devo acertar o alvo, mas me tornar uma.. com ele.

Em um movimento fluido e continuo, tirei a faca do cinto atado a minha perna e a joguei no alvo, a girando na mão para ficar na posição oposta da sacada: eu tentaria o movimento onde o objetivo não era a velocidade, mas a força e a precisão da lâmina. Ela deslizou suavemente pelos cabelos de Ivy Willians e lhe arrancou uma mecha, se fincando no alvo atrás dela. Ela suspirou e olhou o meu resultado decepcionante, considerando que eu deveria ter acertado na figura humana que estava a quase um metro da garota.

- Os resultados seriam ótimos, se você quisesse acertar tudo menos o alvo - minha treinadora disse, balançando a cabeça em gesto de negação. Eu já estava em sua ficha vermelha a cerca de uma semana, desde que havíamos começado a treinar com as facas de arremesso. Eu havia feito progressos consideráveis com a arma de pequeno porte e nenhum avanço com espadas. - Se isso continuar, eu vou parar de te treinar. Você não está evoluindo na velocidade que eu queria, Veronika.

- Hehe… - eu dei uma risadinha sem graça, colocando uma mão atrás da cabeça. Então percebi o que ela queria dizer - Espera, Ivy, você não pode...

- Isso inclui o treino com espadas - ela anunciou, em tom definitivo. Eu a encarei, chocada, pedindo maiores detalhes.

- Mas… - abri a boca procurando por argumentos que não me vieram à mente e fui calada com a sentença da garota de cabelos lilases a minha frente.

- Bem, a partir de hoje, você terá um novo instrutor - ela me informou, cruzando os braços - Espero que vocês se deem bem.

- Mas… - repeti, tentando encontrar palavras para traduzir a minha frustração. Ela deu um empurrão bem de leve e eu recuei um passo. Havia uma pedra no meu caminho e eu tropecei, caindo para trás e em cima de alguém.

- Opa - anunciou uma voz masculina. Ele segurou os meus cotovelos, me impedindo de bater nele e leva-lo ao chão e eu fiquei em pé direito.  Me virei e encarei o menino. Cabelos negros e olhos castanhos, bem diferentes do que eu esperava. Era relativamente alto, mas não tinha um porte atlético: se tivesse usando óculos, poderia ser tomado como um estudante certinho.

- Desculpe! - ele exclamou, percebendo a expressão de estranho desapontamento no meu rosto. Talvez ele achasse que tivesse feito algo que não deveria ou coisa assim - Ahn... meu nome é Jhon.

- Veronika. - falei, apertando a mão dele. Azul encontrou castanho e eu pensei em largar o aperto, mas ele levou o meu braço na direção dele.

-Seus dedos… - ele falou, observando alguma coisa que parecia interessante. Eu comecei a corar e ele sorriu. -Você estava treinando com a Ivy, não estava?

- Sim… - comentei, desviando o olhar. Um pássaro voava acima da minha cabeça, no céu azul. Desejei ser livre como ele e estar em outro lugar que não fosse aquele. Então me lembrei de algo que Ivy havia dito - Espera... você vai me ensinar no lugar dela?

- Sim - Eu percebi que aquilo, de alguma forma, se resumia apenas em "sim" e "não" enquanto Jhon admitia, colocando a mão atrás da cabeça e desarrumando um pouco os seus cabelos enquanto me largava. Novamente, recuei um passo e encarei a minha palma. - Vejamos... ahn... seus dedos são mais curtos que o da Ivy. Você está fazendo o mesmo movimento que ela ao atirar as facas?

- Provavelmente... - lhe disse, fazendo o gesto com o ar que indicava descaso. Eu nunca havia parado e pensando muito a respeito, simplesmente... fazia - Isso é relevante?

- Você se atrapalha na hora de girar pois seus dedos são compridos demais: eu me surpreendo que Ivy consiga fazer algo desse tipo - ele me disse, pensativo. Eu podia ver os seus olhos se mexendo inquietamente, pensando em algo. Talvez fosse um filho de Athena? - Me dê uma faca.

Dei uma faca a ele. Jhon levantou a faca até que ela ficasse sutilmente encostada no seu ombro direito e a jogou em direção ao alvo. Ela fez um pequeno giro no quando saiu da mão dele, mas continuou o trajeto a sua maneira, acertando o alvo em cheio.

Olhei para ele impressionada.

- Como... ? - estava ansiosa por mais detalhes. Era um pouco mais rápido, mas parecia mais fácil e a força deveria ser basicamente a mesma - Ivy me ensinou uns movimentos, mas nada parecido com isso!

- É difícil, você precisa jogar da maneira certa, senão furará o seu pé ou o cabo que atingirá seu oponente - ele disse. Eu sorri discretamente e dei um passo à frente, o oferecendo mais algumas facas.

- Nem pense em fugir agora. Vamos trazer Ivy de volta até o fim da semana.

A tarde, eu já acertava debilmente o mais externo dos círculos do alvo.

Post: 003 Place: Arena de arremesso With: Jhon. Notes: Nada a declarar, apenas falo nna presença do meu advogado.


_________________

Veronika A. {Albert}Robers
A smile is a curve that sets everything straight.
thank you, thay.

Mensagem por Veronika A. Robers em 16/01/14, 09:18 pm

Veronika A. Robers
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 55
Data de inscrição : 16/12/2013
Idade : 20

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

85xp + 1 ponto em Técnica +1 ponto em Força

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 16/01/14, 09:30 pm

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Havia se passado algumas semanas desde que eu havia entrado pro acampamento, já começava a ter um certo relacionamento com meus irmãos e irmãs, embora fossem mais jovens que eu, eram bem parecidos em termos de comportamento, talvez tenhamos herdado de nosso pai Apolo. Na questão do arco e flecha, estava mais que bom, dos novatos do arqueamento eu começava a me destacar, claro que não conseguia atingir um alvo em movimento a cem metros como alguém da turma avançada, porém movimentação a uns cinco metros já não seria problema para mim.

- FB, hoje o grupo dos iniciantes irão caçar javalis,por ser o mais velho e está se destacando será o líder deles. Dizia o professor de arco e flecha.

- Sou filho de Apolo professor, nasci para ser líder. Respondi com um sorriso ao rosto, embora o meu bafo de cigarro por um instante apareceu.

Parti com o grupo em direção a floresta, me parece que haviam soltados alguns animais por ali justamente para que nós os cacemos, meu grupo tinha cinco filhos de Apolo. Não demorou para vermos alguns animais correndo por ali e flechas serem lançadas e perdidas, na verdade eles estavam muito alvoroçados.

- O que devemos fazer Franz? Eles estão muito rápidos. Perguntou um dos integrantes do grupo.

- Sabe... Eu menti para o professor, sou péssimo em liderar. Falei com um sorriso no rosto, enquanto puxei um cigarro do maço em meu bolso e o acendi começando a fumar, aquela atitude deixou eles surpresos, todos ficaram olhando para mim fixamente. Neste momento mantive o cigarro na boca enquanto retirei o arco das costas e puxei uma flecha, da aljava que tinham me dado para este treinamento, empunhei a flecha sobre a linha, puxei e atirei, a flecha acertou um dos animais que correra por ali, o mesmo caiu após ser atingido.- Estes javalis são pequenos, com uma flecha devem ser abatidos facilmente, no entanto estão se movendo quando atiram, mantenham suas posições na hora de mirar e lançar a flecha, assim não deverão errar, esses animais são muito lentos. Expliquei, enquanto com a mão que ficou livre, retirei o cigarro da boca e baforei a fumaça.

Ficamos um tempo a mais na floresta e mesmo eu ainda errei uns três tiros, mas no fim conseguimos acertar todos os javalis, pegamos eles e amarramos pelas suas patas em seguida os levamos para o acampamento.

STATUS - FULL

_________________

Mensagem por Franz Beckenbauer em 18/01/14, 06:47 am

Franz Beckenbauer
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 18
Data de inscrição : 20/12/2013

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

65xp + 1 ponto de Técnica +1 ponto de Inteligencia

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 18/01/14, 07:55 am

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

" Ei, garoto. Tem certeza que quer fazer isso? É mais difícil do que parece, dado as atuais circunstâncias é quase impossível, por que você não vai pelo lado mais fácil e evita uma grande vergonha."

Essas foram as encorajadoras palavras do instrutor de combate dos semideuses. Nossa, esse era um cara que realmente sabia como inspirar seus alunos, quando eu crescer quero ser um líder como ele, todavia, brincadeiras à parte, uma pequena multidão de semideuses já estava ao redor do Aleksandros, parece que aquele indefinido estava começando a chamar atenção, mesmo que fosse para ser o rei dos perdedores.

- Não,eu tenho certeza do que eu estou fazendo... Se aqueles caras de Circo do Brasil conseguem arremessar espadas, por que eu não? Eu não devia ser um semideus boladão que enfrenta monstros e talz? Me ajuda aí, amigo. Só preciso me esforçar que vou conseguir.

- Me dê um motivo para você conseguir fazer isso.

- Meu amigo, é tudo questão de habilidade e inteligência, entende?


- Não, indefinido. Eu não entendo.

- Segundo Murphy, se você tem um pão com manteiga, geleia, ambrosia, néctar, doce de leite, qualquer coisa... E este cair da mesa, o lado com o "recheio" sempre irá cair para baixo, ou seja, se alguma coisa pode dar errado, ela sempre vai dar errado, mas... O que isso ajuda? Muito simples, eu não posso ter medo de errar porque a chance de errar nessa situação é maior que a de acertar e faz com que eu só precise de duas coisas: Inteligência e Habilidade.


- Por que inteligência e habilidade? Habilidade eu até entendo, mas inteligência? Isso é uma situação de combate, use seus instintos.

- Simples, o motivo do pão sempre cair para baixo é que a distância da mesa ao chão só permite que ele gire uma vez, portanto, eu preciso de inteligência para saber calcular o número de voltas que a espada dará no ar até chegar no alvo e calibrar a posição de lançamento para que ela acerte-o. E a habilidade, bem, eu preciso fazer o arremesso corretamente, não preciso?

- Tá bem, você entende como isso funciona na teoria, mas não vai ajuda-lo aqui, no mundo real.

- Relaxa, esse foi apenas o treino teórico.

Vários semideuses permaneciam a volta de Aleksandros, sua tentativa além de ousada tinha tudo para dar errado, mas, vai que ele conseguia alguma coisa e mostrava que tinha futuro com algo, mesmo que esse fosse o arremesso de espadas, sua carreira no circo já estaria garantida caso ele falhasse como semideus.
Tendo mostrado todo o seu conhecimento teórico no assunto só precisava decidir como iria arremessar a espada, como estava sem criatividade, resolveu que faria como se fosse uma faca, afinal, a diferença era alguns centímetros, não é mesmo? Uns 50. Segurando na lâmina da espada, o garoto sentia que ela poderia girar e cair de sua mão a qualquer momento, aquela não era uma posição muito segura, pois acabaria se cortando, mas, tudo bem, ele decidiu arriscar.

Como foi o arremesso?  Bem, obviamente ele fez como uma parábola, jogando para cima e esperando que ela fizesse a curva, entretanto, algo estava errado, a arma girava muito rapidamente como se todo o peso do cabo fosse projetado, mas não de uma forma universo, como um vetor, o que desequilibrava as coisas.
O resultado fora claro, a arma caiu longe do boneco, o surpreendente é que estava na direção do boneco. Aleksandros caminhou até ela e pegou novamente, estava começando a entender como aquilo funcionava. Decidiu que colocaria menos força no próximo lançamento e aumentaria o angulo para 45.

Fracasso, novamente. A multidão começava a se dispersar. O que era surpreendente é o fato de que Alek estava com uma nova ideia, pegou a espada e mais uma tentativa. O que ele faria de diferente? Lançaria uma espada como se manuseia uma espada, faria com que o braço permanecesse paralelo ao corpo e só a soltaria quando seu braço abrisse por completo.

Acerto, uma boa escolha, embora ele tenha acertado a perna do boneco, um acerto é um acerto e deve ser reconhecido como tal, agora restava uma nova ideia, porque esse tipo de arremesso era muito arriscado, além de só acertar a perna, ele precisou de três tentativas para ter um resultado, e ficar sem armas em um combate não é uma boa ideia.

Agora o semideus segurava a espada como uma lança, claro que ele não fechava sua mão na lâmina, isso causaria um corte, mas ele apoiava-a no dedão e os dedos faziam com que a lâmina estivesse presa. O lançamento seria parabolar, contudo, muito mais suave do que da forma anterior, em torno de 27 graus, e a angulatura seria suprida pela força aplicada. Como o cabo estava para trás, seu peso unia-se a força, formando um único vetor e aumentando a força de impacto, talvez fosse melhor arremessar gládios, pois são armas para perfuração.

Aleksandros botou o pé esquerdo na frente e o braço direito para trás, movimentando assim seu quadril para o lado, dessa forma, no lançamento, a massa do garoto seria projetada adquirindo mais força. Eis que ele retoma a posição inicial e quando julga necessário abre sua mão, liberando assim a espada. O movimento é lindo, reto e preciso, carregado de poder, a combinação perfeita entre habilidade e inteligência, todavia, aquilo não era o bastante, acertava agora o que devia ser o rim do boneco.

- Você melhorou bastante, se treinar um pouco mais pode acabar se tornando um profissional nisso... Para variar, eu estava certo, você não conseguiu. Não deixe isso te desanimar, mas eu sempre estou certo, semideus.


- Tenho certeza que com um pouco mais de prática eu consigo acertar esse boneco no coração, eu já sei mais ou menos como fazer, e, antes que coloque a culpa toda em mim, aqueles semideuses me deixaram nervoso, eram muitos olhos em mim, esperando que eu fracassasse.


- Ou conseguisse. - Respondeu o instrutor após sair andando.[/color]

Mensagem por Aleksandros Aahbran em 24/01/14, 10:03 am

Aleksandros Aahbran
avatar
Membro
Membro

Warm :
Mensagens : 19
Data de inscrição : 19/01/2014

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

85xp +1 ponto de Inteligencia +1 ponto de Habilidade

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 24/01/14, 08:00 pm

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Mais uma vez eu sou obrigado a relatar os acontecimentos da vida de um semideus inútil que ainda não sabe quem é seu pai. Hoje irei falar sobre sua obsessão por atirar espadas e a forma como ele fracassa em cada tentativa, pois... É isso que esse inútil faz da vida.

- Ei, instrutor. Os campistas treinam com espadas de madeira, não é mesmo?

- Sim... - Respondeu levantando a sobrancelha.

- Onde ficam as armas quebradas durante os treinos.

- Ali no depósito, por quê?

- Posso pegar algumas espadas para a prática.

- Ér... Bem... Não sei.

- Como assim "não sei"?


- É a primeira vez que escuto algo desse tipo, mas, beleza, vai lá.

Aleksandros caminha até o depósito e quando chega lá, vai até uma pilha de espadas quebradas, algumas tinham perdido a ponta, outras o cabo e ainda havia aquelas que literalmente se quebraram, se colocasse uma do lado da outra teria uma espada... Por alguns momentos pensou sobre como seria consertar armas de madeira e acabou deixando o pensamento de lado.

Voltava para a arena segurando várias espadas que haviam perdido seu cabo, então ele deixou em uma pilha e foi analisar os campos de treinamento. Espaços para ficar o atirador, variação de distância e de alvos e algo que parecia promissor. Havia uma cabine comprida, o que tinha lá? Curioso o garoto foi averiguar e ao entrar teve uma grande surpresa, uma ballista. Rapidamente começou a imaginar coisas e formar de utiliza-la em seu treinamento de espadas, não era todo dia que encontrava uma arma como aquela, ainda mais no acampamento. Logo percebeu que podia usar para primorar sua mira.

O semideus pega algumas espadas e coloca ao seu lado, usaria as sem cabo como sardos para atingir os alvos. Por alguns momentos tem dificuldade, a arma era grande e era difícil carrega-la, ainda mais sozinho, todavia, quando já tinha o feito começou a manobra-la, e sim, era mais complicado ainda. O objeto era pesado e isso dificultava tudo, ele vira-a para a direita e dispara a espada no primeiro alvo.
Lembre-se, eu estou resumindo para vocês, eles ficou uns cinco minutos para manobrar e conferir a mira. Ele acerta no centro da alvo, mas com uma arma de auto calibramento e com mira, até eu faria isso.

Depois de seu primeiro sucesso decidiu começar a tentar sem usar a mira, recarregou e colocou-a em uma posição que sentia que a espada de madeira iria diretamente no alvo. Fechou os olhos, aliviou a tensão de sua mente para depois liberar a tensão da arma, soltando a espada que ia em direção ao alvo. Um acerto, porém, desta vez era na área do rim, o mesmo local que tinha acertado da última vez com muito esforço. Respirou fundo e saiu da cabine, queria tentar agora apenas com a espada.

Antes de tudo ele vai até o instrutor e pede para que ele demonstrasse os princípios para se arremessar uma lança. Alek fica atento a tudo, postura, movimentação, força, coisas assim, pois sabia que para arremessar a espada faria o mesmo movimento, em teoria, tudo que mudaria seria que ele aplicaria tudo em uma quantidade menor, devido a diferença de peso entre as duas armas.

Agora, no campo de alvos, Sandro pega uma das espadas em cabo e a segura, segurando-a com o seu polegar e impedindo que ela escorregasse de sua mão. Em seguida ele coloca seu pé de apoio na frente e posiciona o braço direito em 90 graus, ajusta a angulatura e gira a cintura para trás, tendo feito isso, o garoto gira para frente enquanto move seu braço e libera a espada, deixando-a ainda mais potente.

Aleksandros decidiu que só olharia o alvo no final do treino, eis que ele pega mais uma espada e repete o mesmo movimento, mas dessa vez ele diminui o angulo, pois tentaria posições diferentes a fim de gravar a distância percorrida por elas e onde acertaria, de modo que em um combate, pudesse fazer mais rapidamente. Mais uma vez executa o movimento de lançamento.

Um último arremesso, dessa vez aumentando o angulo, vale ressaltar que ele não equilibra, eu estou falando que ele aumenta e diminui em relação ao primeiro, eu acho que vocês pegaram, mas como podia haver dúvidas, achei melhor esclarecer. Ele repete o movimento novamente e libera mais uma espada.

Indo até o boneco percebe que uma pegaria um pouco abaixo do pescoço, outro passou por cima e a última teria pego no estômago. Naquele momento percebeu que havia cometido um erro, deveria ter usado bonecos diferentes, agora não sabia qual espada havia acertado qual lugar, mas isso seria uma coisa que ele consertaria no próximo treino.

Mensagem por Aleksandros Aahbran em 25/01/14, 09:57 am

Aleksandros Aahbran
avatar
Membro
Membro

Warm :
Mensagens : 19
Data de inscrição : 19/01/2014

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância



♪ Treinando "Em Casa" ♪

Permita-se sonhar e acredite, pois essa é a chave para a felicidade
 
Depois da escalada fui em direção a meu chalé, pois, estava começando a ficar tarde. E, depois de um merecido banho eu estava pronta para outra, literalmente, mas agora tentaria algo que tem mais a ver comigo, Arco e Flecha
Coloquei meus fones de ouvido e fui andando pelo acampamento apreciando a tarde que realmente estava linda, havia poucas nuvens no céu e o sol não estava tão forte assim, pelo menos para mim, até que percebi um problema eu ainda não tinha armas,quero dizer armas tipo arco e flecha, o que ia fazer. Bem... É melhor me preocupar com isso depois.
Cheguei a um local da arena méis ela parecia mais é um gramado para assim dizer. Havia vários “obstáculos” de todas as cores, tipos e tamanhos entre eles tinham alguns bonecos de palha com alvos pendurados fui e qual a minha surpresa ao perceber que o instrutor era um de meus irmãos mais velhos, bem na verdade eu não era surpresa, mas... Então vi que ele vinha em minha direção
-Hey Maninha veio treinar em casa hoje - disse ele com ar brincalhão entrei no clima e respondi
Não... Imagina eu vim entregar sua marmita - disse e ele riu - claro que vim treinar... um arco nível 1-disse e ele me entregou surrando um “Boa sorte novata” cerrei os olhos ele vai ver quem era a novata surrando um “Irmãos” e revirando meus olhos fazendo ele rir peguei a arma e segui para áreas dos “espantalhos”
Me posicionei em frente a eles e estava a 20 metros se não me engano armei o arco e soltei a flecha passou subindo e cortando a brisa fresca que vazia naquele dia mais pro meu azar cravou no na ultima listra tentei de novo agora com mais vontade e mirei naquela bolinha vermelha e a soltei mais dessa vez acertou-lhe a cabeça sorri satisfeita e atirei mais uma que se caiu na terceira listra deu seu alvo no peito foi muita e assim passou uma, duas, três, quatro, e esqueci quantas e dessa vez de 10 flechas acertava pelo menos 8 no centro dos alvos até que cansada armei uma e reuni toda minha força e vontade de me provar e atirei mais uma que quase acerta no coração então viu que tinha quebrado uma unha nessa ultima tentativa agora já chega. Tinha chegado no meu ápice armei mais uma e atirei dessa vez acertei no centro do coração do boneco sorri e fui devolver a arma sorri e ouvi comentários do tipo “Parabéns maninha nada mal para quem acabou te chegar no Camp” então dei meu sorriso mais maroto e atirei uma ultima flecha a que vez companhia para minha ultima tentativa e disse
-Que é a novata agora, irmão?-disse e sai dali entregando o arco e aljava para ele

♪ Listening: The climb-Miley Cyrus


@CG Template by Victória B. Prophath

_________________
♪ Livia Chaves ♪

Mensagem por Livia Chaves em 26/01/14, 08:39 am

Livia Chaves
avatar
Proles de Apolo
Proles de Apolo

Warm :
Mensagens : 16
Data de inscrição : 05/12/2013
Idade : 20
Localização : Los Angeles e no verão Chalé 7

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

http://brigadeirolovatocute.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Aleksandros Aahbran ~ 75xp + Um ponto de técnica e um de inteligência.
Livia Chaves ~ 40xp + Um ponto de técnica.

Atualizado

_________________

Lady Perséfone


Deusa das Flores ✿ Deusa da Força Interior ✿ Rainha sexy do Sumundo
@CG

Mensagem por Perséfone em 26/01/14, 02:10 pm

Perséfone
avatar
Deusa Menor
Deusa Menor

Warm :
Mensagens : 30
Data de inscrição : 18/01/2014

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Como era de costume, acordei um pouco tarde, e ao invés de almoçar, tomei café da manhã. Após ter feito todas as minhas necessidades (tomar banho, escovar os dentes, fazer a barba...), fui até a arena de longa distância treinar minha mira que estava bastante ruim.

Peguei a minha adaga (a única arma de arremesso que eu tenho atualmente) e comecei a mirar com cuidado para acertar o pequeno circulo no meio do alvo com cores brancas, pretas e vermelhas. O preto era o maior espaço e o que dava menos pontos, o branco era o médio e dava mais pontos que o preto e o vermelho era o pequeno circulo que eu estava mirando neste momento. Mirei com cuidado e joguei em direção ao pequeno circulo e...acertei o círculo branco que ficava ao lado do vermelho.

Peguei outras adagas disponíveis para o treino e mirei no mesmo alvo, disparando várias e várias até acertar o pequeno alvo que parecia ter um campo de força invisível ao seu redor.

Depois de 30 minutos de erros, o treinador vendo a minha dificuldade e por pena, foi até minha direção e, educadamente disse:

- Você é retardado?

Antes que eu pudesse revidar, o velho sátiro retirou a adaga de minhas mãos e sem olhar para o alvo jogou e acertou no pequeno círculo vermelho, calando a minha boca e me deixando surpreso por alguns segundos antes de voltar ao normal.

- Agora mire nessa merda de alvo direito! - Disse o sátiro bastante irritado.

Não poderia culpa-lo, afinal, a sua ninfa o traiu com um semideus filho de Ares, ganhando ódio contra Ares e seus filhos. Além disso, o sátiro ganhou um apelido bastante carinhoso que seria "O Sátiro do Chifrado".

Depois de o sátiro ter ido embora, segui os seus "conselhos" e mirei com bastante cuidado e concentração, jogando em direção ao alvo e por pouco acerto o circulo vermelho, ficando apenas alguns centímetros longe dele.

Quando estava prestes a ir embora, um filho de Apolo apareceu.

- Filhos de Ares não conseguem mirar em um alvo tão simples? - Dizia o filho de Apolo enquanto balançava os seus cabelos loiros e disparava uma flecha (como se estivesse jogando uma lança) em direção ao mesmo alvo, acertando o circulo vermelho. - Filhos de Apolo são mais divos, bonitos e mais inteligentes que um filho de Ares - continuava o filho de Apolo enquanto balançava o cabelo no maior estilo "Justin Bieber".

Com raiva e sem pensar 2 vezes, joguei uma das adagas em direção ao joelho esquerdo do filho de Apolo, deixando ele cair no chão e gritar feito uma mocinha prestes a ter um filho.

- Pelo menos os filhos de Ares não são um bando de viadinhos que nem você - Dizia calmamente enquanto vou embora normalmente e com um sorriso no rosto, já que eu acertei um alvo.

_________________
CAMPANHA: HÉCATE MOSTRE OS PEITOS

Ps: Franz transa com a bunda

Mensagem por Frank Jaeger em 27/01/14, 11:28 am

Frank Jaeger
avatar
Proles de Ares
Proles de Ares

Warm :
Mensagens : 41
Data de inscrição : 18/12/2013
Idade : 22

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

60xp + 2 ponto de Habilidade

_________________

✖️ God of Sea ✖️ Best Dad ✖️ Íris  ✖️
Lord Poseidon

@CG Sign by Victória B. Prophath

Mensagem por Poseidon em 27/01/14, 08:15 pm

Poseidon
avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano

Warm :
Mensagens : 423
Data de inscrição : 05/11/2013
Localização : Oceanos

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena de Longa Distância

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum