The Olympian Code

Ficha de Reclamação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha de Reclamação






Ficha de Reclamação
Angelo Simon Hover
Dados Gerais

Nome: Angelo Simon Hover
Apelido: Mique
Idade: 15
Progenitorª Divino: Dionísio
Progenitorª Mortal: Alice Hover
Cidade Natal: Milão - Itália
Moradia Atual: Seattle, Washington -
Raça: Semideus

Se quer bem feito, faça você mesmo.
Dados Psicológicos



Descrição Física


Cabelos claros, mas não loiros.  Olhos azuis e pele clara, perto de ser bronzeada. Usa óculos, mas não tem sérios problemas visuais. Sempre gosta de fazer um topete, usando gel e seu pente preferido, gostando de usar sua criatividade para criar diferentes estilos de roupas. Musculoso, alto, cerca de 1, 77 metros e peso normal.

Descrição Psicológica


Bom ouvinte, mas quando se sente entediado corta a pessoa no mesmo momento. Não se importa muito com regras, mas muitas ele prefere conservar. Gosta de festas e farra, típico filho do deus do vinho. Se importa muito com sua própria aparência, mesmo não sendo filho da deusa do amor, mas nunca julga as pessoas por roupas ou o que for. Sempre ouve a versão dos outros e é mais de fazer do que falar, sendo que gosta de ficar ocupado.

História


Nasci em 10 de Junho, em Milão, na Itália. Minha mãe, apesar de ser americana, era dona de uma empresa de vinhos, então logo o deus Dionísio se sentiu atraído por ela. Ela me criou com sangue e suor, até que um dia, quando o filho completei 10 anos, sua fábrica de vinhos faliu, mesmo estando entre as 10 melhores em toda Itália. Ela encontrou uma casa em Seattle, então, mudamos para lá.

Certo dia, eu, em meus 15 anos, estava lendo um livro sobre mitologia grega, quando sua empregada, Christina, começou a rir diabolicamente.

- Mas o que você...

Ela pegou o esfregão que estava usando e lançou em mim. Peguei ele e joguei para o lado. Ela quebrou um vaso caríssimo, nesse momento fiquei nervoso com o os estilhaços dele.

- Ah, filho de Dionísio. - Disse Christina - São os mais irritantes. Esse cheiro de vinho disfarça muito bem, mas nunca escapam com vida.

Ela começou a se contorcer. Pernas peludas cresceram, presas apareceram e agora ela era uma aranha gigante. Parecia ser um filho de Aracne, ou a própria Aracne querendo me matar.
Havia uma adaga de bronze pendurada como enfeite acima da lareira. Não pensei duas vezes, peguei a adaga e a desembainhei. Era uma lâmina de bronze que estava muito bem afiada e a lâmina não parecia cega ou coisa do tipo.

A batalha começou. Logo, a suposta Aracne foi ao meu encontro, suas presas derramando veneno. Ela saltou, pronta para me devorar, mas meus reflexos foram mais rápidos. Desviei e com a adaga, cortei uma perna de Aracne, mas não pareceu muito efetivo, já que ela tinha 8 delas, só diminuíra uma.
Ela, então, começou a lançar teias de aranha de seu traseiro. As teias me prenderam, mas a adaga me ajudou a escapar facilmente, mesmo ficando com algumas grudadas em meu corpo.
Saltei em cima da aranha. Ela começou a se debater. Da sala a cozinha, ficou tudo bagunçado. As vezes pegava uma panela e batia na cabeça dela, fazendo-a ficar mais abobada e tonta ainda.
Logo, minha mãe chegou e soltou um grito. Aracne agora avançava contra ela, mas antes de chegar em minha mãe, cravei a adaga em sua cabeça e ela se dissolveu em pó.

Não entendi o porque, mas minha mãe logo mandou que eu arrumasse minhas roupas em minha mochila. Quando retornei, ela havia imprimido uma passagem para Long Island, apenas de ida.

- Você é muito perigoso. Ainda está vivo por ser filho do deus do vinho, o cheiro dessa bebida esconde você.
- Mãe, eu não entendo.
- Quando você chegar em Long Island, vai ter uma pessoa lhe esperando. Ela explica tudo. Mas, para se lembrar de mim, fique com isso.

Ela pegou a bainha e embainhou a adaga que eu estava na mão. Me entregou, parecia um presente para me lembrar dela.

- Fique com isso, e vá para o Acampamento Meio-Sangue.

Ela me despachou. Chegando lá, vi um velho sentado numa cadeira de rodas, com um placa dizendo meu nome.

- Olá garoto - Disse ele quando cheguei até ele - Meu nome é Quíron, sou diretor do acampamento, espero que nos damos bem.
- Certo, mas... ainda estou muito confuso.
- Explicaremos tudo. Mas, por enquanto, aproveite a viagem.

Ele me levou para o Acampamento Meio-Sangue. Lá, tudo foi explicado, que eu era filho de Dionísio, que era um semideus e vários outros assuntos. Descobri que a minha adaga era feita de bronze celestial, letal para monstros e semideuses.

Logo, havia sido designado ao chalé de Dionísio, então, lá começaria minha nova vida.

Armas Escolhidas


- Adaga de Bronze (Item de reclamação)
- Cota de Malha (Item de reclamação)
- Saquinho de Ambrosia 100g (Item de reclamação)
Eu, Angelo Simon Hover, concordo com as regras e politicas de privacidade do The Olympian Code e me comprometo a segui-las.
Thanks Ártemis @The Olympian Code

Mensagem por Angelo S. Hover em 13/01/14, 07:52 pm

Angelo S. Hover
avatar
Proles de Dionísio
Proles de Dionísio

Warm :
Mensagens : 20
Data de inscrição : 12/01/2014

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Reclamação

Aprovado!
Bem vindo ao acampamento, prole de Dionísio.

_________________
I'm so... So far away
Goddess of magic and obscure night - I know you see me coming with my dogs ... And you fear that. - Time for die, bitch.

Mensagem por Hécate em 16/01/14, 01:26 pm

Hécate
avatar
Deusa Menor
Deusa Menor

Warm :
Mensagens : 115
Data de inscrição : 15/11/2013
Idade : 98
Localização : Submundo

Ficha do personagem
Vantagens :
Desvantagens:
Itens do Personagem:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum